quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Projeto prevê Guarda Municipal Armada nas ruas para 2014 em Itajaí



Serão contratados pelo menos 200 agentes por meio de concurso público ainda este anoVictor Pereira
victor.pereira@osoldiario.com.br

A Câmara de Vereadores de Itajaí deve votar ainda no mês de fevereiro a criação da Guarda Municipal Comunitária (GMC), que vai atuar no atendimento à população e no apoio às forças de segurança. As diretrizes para a formação dos agentes já existem, e após passar pela Procuradoria do Município o texto segue para o Legislativo.

Ex-secretário de Segurança do Cidadão e ativo participante na elaboração do projeto, o vereador Carlos Ely (PPS) projeta que se tudo correr dentro do previsto, os guardas comunitários estarão nas ruas no início de 2014. A princípio serão 200 agentes treinados e armados, contratados por meio de concurso público e com quase um ano de preparação antes de começar o trabalho.

- O projeto da guarda municipal já vem de alguns anos, e o que fizemos agora foram algumas adaptações. Procuramos um modelo de segurança e de legalidade - destaca Ely.

A capacitação será feita nas academias das polícias Civil e Militar, com suporte técnico acadêmico em um curso superior especial na Univali. Na universidade, os agentes vão ter formação de ética e cidadania, entre outras disciplinas. O armamento utilizado será preventivo, devidamente autorizado pelo Ministério da Justiça e pelo Exército.

A Guarda ficará responsável por rondas escolares e por fazer a segurança de cidadãos, bens e serviços. Conforme Ely, ela atuará ainda na área do meio ambiente e como força pública auxiliar, apoiando as polícias Civil, Militar e Federal.

- A Guarda vai atuar, por exemplo, em eventos como a Marejada e a Festa do Colono. A prefeitura gasta muito dinheiro com segurança particular, o que não seria mais necessário com estes agentes - comenta o vereador.

Audiências públicas, visitas a associações e debates com entidades patronais já foram feitos para esclarecer dúvidas e apresentar o projeto da Guarda Municipal. Um documento pré-redigido já estaria inclusive na Procuradoria para aprovação final, analisando se o projeto traria impactos à lei de responsabilidade fiscal. A prefeitura de Itajaí, porém, não confirmou a informação.O SOL DIÁRIO

Fonte: http://guardasmunicipaisnoticias.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário